Cheios de saúde

Matéria publicada no Diário de SP em outubro de 2015.

Não foi só o ator Stênio Garcia que saiu bem na foto: idosos contam como é chegar à melhor idade em forma, em meio a várias atividades, e ter fôlego para deixar muito garoto cansado apenas de olhar.

As fotos do ator Stênio Garcia e sua mulher, Marilene Saade, divulgadas sem autorização na semana passada pelas redes sociais, mostraram que, apesar dos 83 anos de idade, o ator está em plena forma. Ele mesmo não teve problemas em admitir a sua virilidade. “A gente (ele e a mulher) brinca mesmo como todo casal saudável e não tenho problemas com isso”, afirmou. Stênio representa uma legião com mais de 60 anos e fôlego de garoto. É a geração saúde da terceira idade, cheia de disposição para fazer exercícios, passear e, inclusive, namorar.

Praticar exercícios físicos fez Marco Antonio ganhar até mais paciência.

Praticar exercícios físicos fez Marco Antonio ganhar até mais paciência.

O administrador de empresas Marco Antonio Elias, de 62 anos, corre entre 8 km e 9 km todos os dias e ainda dá uma passada na academia. “Minha mulher me acha maluco ”, brincou. “Sempre pratiquei esportes, mas com a idade a gente vai ficando mais parado”, contou. “Há cinco anos tive uma arritmia cardíaca causada por es- tresse. Quando fui fazer trata- mento, diminuí a quantidade de trabalho e comecei apenas a correr, algo que eu não fazia antes ”, contou. Na sua opinião, a atividade física o ajudou não só a se recuperar do problema no coração como também a enxergar a vi- da de outra maneira. “Ter disposição me fez mudar o trato com as pessoas e ganhar mais paciência para engolir alguns sapos ”, brincou.

O microempresário Camilo Bacha, 66, é outro exemplo de boa forma na terceira idade. Ao lado da mulher, ele costuma caminhar levando a filha, de apenas dez meses, no carrinho, quando não está correndo. “Se der, faço exercício sete vezes por semana ”, afirmou, enquanto o seu cachorro Camilito, que corre junto com o dono, se posiciona-va ao seu lado. A esta altura, diz, ele pretende mesmo é aproveitar o tempo restante para viver bem. “Sem – pre como um chocolate, tomo ‘algum negocinho’, mas sem abusar. A vida está acabando, então preciso tentar usufruir desse final.”

CUIDADOS

Quem pratica exercício físico precisa ficar de olho no rendimento – não para se gabar, mas prevenir eventuais problemas de saúde. “O idoso vai sentir uma diminuição de performance com a ida- de, mas ela não pode ser abrupta. Se for, aí é necessário investigar”, aconselhou Paulo Camiz, geriatra e professor do Hospital das Clínicas.

FIQUE DE OLHO NESSAS DICAS PARA VIVER BEM A MELHOR IDADE

Comece a fazer exercícios aos poucos

Segundo o médico Paulo Camiz, idosos com vontade de praticar esportes devem começar aos poucos para não provocar seque- las graves. “Se eu fosse escolher uma atividade para os idosos seriam exercícios para musculatura, já que precisará de força no dia a dia. De equilíbrio também”, disse.

Aprenda a mexer na internet

O Sesc Santana (Avenida Luiz Dumont Villares, 579) oferece de graça, até o dia 27 de outubro, o curso “Web Para Senhoras e Cavalheiros”. A aula é um módulo inicial e apresenta as principais instruções de uso de mouse, teclado e navegação na internet.

Saia de casa e vá dançar à noite

A Prefeitura de São Paulo oferece um baile, mensalmente, apenas para a “melhor idade”. A Secretaria de Esportes proporciona até um ônibus para facilitar o deslocamento. Nos eventos, os participantes ganham preservativos e dicas sobre proteção sexual. Informações: (11) 3396-6400.